Cardiopatia congênita

A doença cardíaca congênita (cardiopatia congênita) é uma alteração na estrutura do coração presente antes mesmo do nascimento. Essa alteração ocorre enquanto o feto está se desenvolvendo no útero e pode afetar cerca de 1 em cada 100 crianças, segundo dados da American Heart Association. É a alteração congênita mais comum e uma das principais causas de óbito relacionados a malformações congênitas. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia, no Brasil nascem em torno de 23 mil crianças com problemas cardíacos. Dessas, em torno de 80% necessitarão de alguma cirurgia cardíaca durante a sua evolução.
As cardiopatias congênitas podem produzir sintomas no nascimento, durante a infância, ou então só na idade adulta.